Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a mãe dos PP's

Coisas da mãe

A mãe é católica. A mãe tem fé. A mãe gosta de Deus. Logo, a mãe vibrou com a vinda do Papa a Portugal e com a canonização dos pastorinhos. A mãe tem umas quedas para a beatice.

 

A mãe não gosta de futebol e ainda que simpatize com o benfica, a mãe cagou e andou para não fazer montinhos para tudo o que ao futebol diz respeito. A mãe até acha o Rui Vitório um tanto sexy mas também um tanto aborcalhado. Portanto a mãe, não tem ideias definidas sobre o mundo futebolistico.

 

 

A mãe está orgulhosa da vitória de "amar pelos dois" no festival da canção, mas, a mãe acha que não seria capaz de fazer um filho a ouvir Salvador Sobral, o moço tem uma forma estranha de cantar, tem ombros demasiado quadrados e dão lhe umas vinetas estranhas enquanto toca um piano invisivel com as mãos. Não sei, talvez seja falta de sensibilidade da mãe... e fazer filhos é uma coisa séria....

Como não ter medo?!

Fuck!

 

 

A todas as prenhas

aqui da blogosfera!

Hoje o meu post é para vós! Sendo experiente no antes e depois da maternidade, sinto me no dever de vos pôr a par de tudo o que virá nesta vossa tão dificíl jornada. Ás pessoas sensíveis advirto: Não leiam este post!

Não se iludam nos três dias que estiverem na matenidade. Não! O bebé em casa vai-se escocinhar, não vai deixar dormir, vai querer mamar no meio do supermercado, vai cagar nas horas mais ingratas. Nos dias em que estiverem na maternidade, sejam pacientes com as enfermeiras que vos apertarem os bicos das mamas para verem se já há leitinho ou não. Os bicos das mamas vão rachar e sangrar, vão ter que andar com disos no sutien para que o leite não vase e vão sentir muitas vezes que menstruam pelas mamas. Os meus filhos preferiam uma das mamas.

Se alguém vos disse que o cocó dos bebés não cheira mal, é mentira. Cheira mal, mesmo, afinal é merda. Coloquem bem as fraldas nos bebés, porque vai acontecer que o cocó lhe suba pelas costas e saia ao pescoço, pelo menos nos primeiros seis meses. Após esta fase, vão intruduzir a alimentação e haverá sopa no teto branquinho que pintaram pelo verão. Vão preferir comer bananas do que maçã ou pêras. Vão chorar de desespero, mas não se matem, é mesmo assim. O vosso cheiro natural será a bolsadelas secas no ombro e o vosso adorno uma fraldinha de pano. As crianças não sabem chorar, elas berram! Berram muito e alto até ficarem roxas ou vermelhas. As vossas mães e as vossas sogras e cunhadas vão mandar bitaites e vocês serão fortes para não as ofender, ponham uma vassoura atrás da porta!

Para sair de casa vão precisar de duas horas e levarão convosco meio quarto dos bebés, enquanto rezam para que não haja merda no ovinho que os transporta para todo o lado. Vão desesperar á primeira febre, vão se assustar com o primeiro espirro, os bebés vão dizer gugudadá e vocês vão achar que ele disse:"amo te mãezinha". Tretas. Não há mães perfeitas, se alguém opinar sobre a forma como fazem as coisas, mandem tudo se f*der. Ninguém é melhor mãe dos nossos filhos do que nós.

Vão estar cerca de quarenta dias após o parto a seco, isto é, sem sexo e quando iniciarem a vida sexual vão ter medo...ui ui... muito medinho, afinal e se forem cozidas serão virgens outra vez! Não é fantástico?

O sexo vai piorar. Não vão ter vontade de o fazer. Vai ser um comer para não morrer de fominha. As mamas doem, as hormonas demoram pelo menos um ano a normalizar e vão ter vontade de arrancar a piça aos maridos por uns tempinhos. Cortem ás rodelas e sirvam na salada.

Não voltarão a ter a vida de antes. Agora só contam as crianças. Porém, vão valorizar uma queca como quem bebe água no deserto.

Estou a ser dura até aqui?

Não voltarão a mijar nem a cagar sózinhas, terão que levar os bebés convosco. Vão tomar banho em meio minuto e esquecerm-se de se pentear. A quem se maquilha...esqueçam lá isso .

Vão ficar com uma barriguinha tipo gelatina, aconselho cinta pós parto. Vai tudo ao sítio. Vão chorar nas vacinas, há uma vacina contra as caganeiras que depois terão que ter cuidado par não apanherem uma, por ser uma vacina viva. Uma vez apanhei uma caganeira à conta disso e andei de carrinho toda a noite. Fiquei à rasca do cú.

A casa não voltarám a ter a mesma arrumação e as visitas vão aparecer nas horas em que tudo estiver de pantanas.

Com isto me vou e desejo a toda vós uma boa maternidade. Fuck it all!

 

A propósito do dia de hoje

Portugal, país querido
terra das grandes sacanices
Todo o político é bandido
Sofre o povo grandes crises

 

Portugal do qual me orgulho
mas que muito me faz pensar
uma assembleia cheia de entulho
põe o povo todo a penar

 

Já ninguém compra discurssos
lá para os lados da capital
estamos fartos de ser ursos
damos o cú e ficamos mal

 

Um político sempre aos coices
a outro igualmente xoné
nas mãos deviam ter foices
e em vez de carro, andar a pé

 

Tenho pra mim que sou meio louca
que a honestidade nunca será moda
mas facilmente se rouba
mais dificilmente se acorda

 

Andam todos a cagar
postinhas de bacalhau
a quem de peixe não gosta
a quem na mão tem um pau

 

O meu maior desejo
é vê-los todos pastar
mas aquilo que vejo
dá muito que falar

 

Portugal país amigo
de políticos muito brega
olhando para o seu umbingo
com o povo fazendo merda

 

 

Viva ao 25 de Abril! 

Futebol e outras merdas

Eu só gosto de ver jogos da selecção. Aí sou adepta para meter cachecol, gritar e sofrer. Para o restante mundo futebolístico estou me a cagar.

E não percebo porque caralho porra levámos um fim de semana a falar do derbi cujo resultado deu semelhante merda...empate e não me acrescentou nada á vida.

Os meus ouvidos vomitam Bruno de Carvalho e Jorge Jesus... assim tipo quando oiço musica do Agir ( sem querer ofender quem do moço gosta) e é isto. São todos iguais, como diz a música da outra e nós espectadores, temos que levar com a peixeirada desses parvalhões. Quase que me apetece comparar o futebol á política. Mas seria uma ingratidão para o futebol.

Pronto fica o meu desabafo... pelo menos foi um fim de semana de quecas triunfantes... não se pode exigir mais...

 

Quando me ligam da escola

torcem-se as tripas, tremem as pernas e vomita-se o almoço.

Ontem ligaram -me da escola e assim que ouvi a voz da educadora borrei-me logo.

" Mãe, não se alarme, mas o P caiu e fez um grande galo."

E eu pensei: Ora foda-se! Este meu filho anda sempre com a cabeça feita numa romã!

E eu: "Caiu?, mas caiu como?"

" Andava a correr,tropeçou e caiu, mas não vomitou,nem sangrou,nem está sonolento"

Fiz uma pausa.

" Mãe, está tudo bem?"

Eu: "estou um bocado a tremer das pernas, mas fico bem"

Então até logo.

Desliguei o telefone e fui á casa de banho descarregar os nervos...

 

Pérolas infantis

Quando era pequena comi um pacote inteiro de pintarolas. Resultou numa tarde a vomitar. Desde então nunca mais toquei numa coisa dessas e o trauma foi tão grande que ainda nem os meus filhos provaram.

Os anos passaram e eu ainda ia achando graça aos ovos de chocolate que recebia pela Páscoa ( ainda que eu gostasse mais de receber uma nota para o mealheiro   ) e comia o ovo até ao fim.

Mas depois disto: 

Nem amêndoas, nem ovinhos nem cenourinhas 

 Uma Páscoa Feliz para todos (as) vós que me aturam  

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D