Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a mãe dos PP's

A doutora mãe

Bom dia.

Daqui se pronuncia a doutora mãe.

A doutora mãe desconfiou que o P maior tinha otite no ouvido direito, por estar demasiado febril e queixoso do mesmo.

A doutora mãe disse ao marido: " explica lá ao médico que atender o chavalo que lhe dói o ouvido direito".

O chavalo foi atendido por uma doutora que não a doutora mãe que concluiu: " tem otite mas no ouvido esquerdo"

Aqui a doutora mãe estranhou e encolheu os ombros. No entanto, a doutora mãe viu sair alguma cera e pus do ouvido direito e não do esquerdo.

O marido da doutora mãe diz que não tem mal porque " sabe lá o antibiótico qual o ouvido que cura".

A doutora mãe acha que a doutora que atendeu o filho é sapateira.

Mas a doutora mãe tem um mau feitio do caraças e uma língua que dá a volta ao mundo.

Ele há gente muito parvinha, assim como a doutora mãe.

ó senhores tenham dó

O meu P menor, passou a noite queixoso e com febre. De manhã levei o menino ao médico.

Fui ao hospital e quando cheguei à triagem a enfermeira olhou para mim e disse? " fez febre à noite e já o traz para ser observado? O meu filho está com febre há uma semana e ainda não foi ao médico. As crianças têm febres, devia ter aguardado três dias". 

Ainda que eu escreva aqui algumas asneirolas, considero-me uma pesssoa educada e por isso não mandei a senhora enfermeira meter a sua opinião no cu rabo, porque foi essa a minha vontade. Eu também tenho uma opinião sobre o facto de o filho dela estar com febre há uma semana sem ser observado e não lhe mandei a minha posta de pescada.

Fui atendida pela médica de uma forma agradável e irrepreensível. O meu P menor tem uma otite e a garganta inflamada! Está a antibiótico. Pergunto-me porque não fui eu ter com a dita enfermeira e dizer-lhe que o meu menino tem uma otite e tem apenas quinze meses... se ela ainda acha que devia ter aguardado três dias em casa. Não fui. Tenho pena. Devia ter ido.

Fui à farmácia.

Obviamente que agora anda tudo borradinho e eu tive prioridade. Esgalharam-me uns olhares medonhos e acho que me quiseram perguntar se o filho era meu. Fui atendida por um rapagão, cujo olhos verdes fazem parar qualquer mulher. É moreno, tipo macho latino, bem parecido... demasiado bem parecido. Atendeu-me e enquanto preparou o antibiótico fez-me responder a um inquérito de satisfação sobre a farmácia! 

Ó senhores, então eu levo o puto em braços, o porta-moedas numa mão e um dos sapatos dele na outra e tive que meter cruzinhas numa merda porcaria de inquérito cafona???????

Cá está, a capa não mostra a qualidade do livro, inteligência não substitui beleza! ( e eu gosto muito do pai dos PP´s... não tem olhos verdes, mas tem timings mais certeiros )

Ó senhores tenham dó!