Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a mãe dos PP's

Comunicado

Bom dia a todos (as)!

Como já devem ter reparado, tenho andado muito pouco por aqui. Há alguns dias que estou a passar por uma fase um pouco mais complexa e exigente da minha vida.

Desde logo devia ter-vos explicado que me iria ausentar e desde já peço desculpas pela minha falta para convosco.

Não estou a pensar deixar o blogue, mas estes últimos dias têm sido complicados e não tenho maneira, nem disposição de aqui chegar. 

Quero acreditar que depois deste fim de semana voltarei em força, para vos dar o melhor de mim.

Até lá estarei com todos vocês no coração.

um beijo

Que música te faz ficar no carro? Responde a Osa

Bom dia gente linda da blogosfera!

A minha convidada de hoje é a Osa, diz que é chamosa, curiosa e toda jeitosa .

Vamos conhecer a história da música de hoje?

 

Ora cá a está a Osa (ou míuda como a mãe me chama) em Blog alheio, mas irá começar (embora já tenha começado) da mesma forma que começa em "casa".

 

Daqui fala a Osa, mas qual delas...

mãe dos PP's muito obrigada pelo convite, estás cá dentro  (és uma querida!)

Não me irei alongar muito, mas tenho que dizer que este Blog que hoje invado é um dos meus favoritos. #Facto 1

Não o leio todos os dias, mas quando passo por cá faço questão de ver tudo o que foi escrito. Ela (a mãe) desperta sempre em nós sentimentos, é impossivel ficar indiferente ao que ela escreve. #Facto 2

Pronto está dito!

 

Aqui a Osa é "menina da cidade" , por isso tem sorte de raramente pegar no carro durante os dias da semana. O trabalho e a creche da miúda são ambos perto de casa. (5minutos a pé).

Eh gente poupa-se muito na gasolina!!!

Por isso cada vez menos oiço música no carro.

 

Mas tenho uma história com uma música que Adoro desde sempre e acho que para sempre.

É lamechas, por isso é agora que devem abandonar a leitura, estou a avisar!!!

 

A música sempre fez parte da minha Playlist, mas houve uma fase que se instalou para fazer para sempre parte da minha história.

Estamos no ano 2010 e posso dizer que nessa altura ao fim de semana e sempre que estava em Vizela o carro do meu Pápa não tinha sossego.

Aí sim, ouvia muita rádio no carro e não só...cantava e dançava também!

 

A música é Chasing Cars dos Snow Patrol. (Hoje não consegui publicar o vídeo, alguém sabe porquê?)

É antiga gente!! 

 

Eles (a banda) estiveram no Rock in Rio em 2010.

Eu não fui.

Mas Ele foi.

Ainda não eramos um do outro, eramos amigos apenas.

Mas não sei porquê, ( ou até saberia e não queria perceber) quando ouvi em directo do RIR esta música na rádio, só conseguia pensar n'ELe, no meu Amigo (que ainda o é) que se tornou no meu Homem.

Lembro-me de estar mesmo a chegar a casa e não conseguir sair do carro.

Gente faz este ano 7 anos, mas lembro-me como se fosse hoje!

 

Por isso mãe, Obrigada também por isto, por me fazeres relembrar uma das melhores fases da minha vida!

A descoberta do Amor.

 

Eu avisei que ia ser lamechice a mais!!! 

 

 

 

 

magia maternal

Sabem? Hoje atrasei-me a levar o P maior para a escola. Ia metida com os meus pensamentos a olhar para o chão, enquanto puxava o rapaz que faz tudo muito lento, lentamente.

Oiço alguém dizer: "bom dia". Era o marido da educadora do P que provavelmente achou esquisita a minha postura e logo irá comentar com a esposa. Sem stress.

A mãe dos PP´s a espalhar magia desde 1984.

A todas as prenhas

aqui da blogosfera!

Hoje o meu post é para vós! Sendo experiente no antes e depois da maternidade, sinto me no dever de vos pôr a par de tudo o que virá nesta vossa tão dificíl jornada. Ás pessoas sensíveis advirto: Não leiam este post!

Não se iludam nos três dias que estiverem na matenidade. Não! O bebé em casa vai-se escocinhar, não vai deixar dormir, vai querer mamar no meio do supermercado, vai cagar nas horas mais ingratas. Nos dias em que estiverem na maternidade, sejam pacientes com as enfermeiras que vos apertarem os bicos das mamas para verem se já há leitinho ou não. Os bicos das mamas vão rachar e sangrar, vão ter que andar com disos no sutien para que o leite não vase e vão sentir muitas vezes que menstruam pelas mamas. Os meus filhos preferiam uma das mamas.

Se alguém vos disse que o cocó dos bebés não cheira mal, é mentira. Cheira mal, mesmo, afinal é merda. Coloquem bem as fraldas nos bebés, porque vai acontecer que o cocó lhe suba pelas costas e saia ao pescoço, pelo menos nos primeiros seis meses. Após esta fase, vão intruduzir a alimentação e haverá sopa no teto branquinho que pintaram pelo verão. Vão preferir comer bananas do que maçã ou pêras. Vão chorar de desespero, mas não se matem, é mesmo assim. O vosso cheiro natural será a bolsadelas secas no ombro e o vosso adorno uma fraldinha de pano. As crianças não sabem chorar, elas berram! Berram muito e alto até ficarem roxas ou vermelhas. As vossas mães e as vossas sogras e cunhadas vão mandar bitaites e vocês serão fortes para não as ofender, ponham uma vassoura atrás da porta!

Para sair de casa vão precisar de duas horas e levarão convosco meio quarto dos bebés, enquanto rezam para que não haja merda no ovinho que os transporta para todo o lado. Vão desesperar á primeira febre, vão se assustar com o primeiro espirro, os bebés vão dizer gugudadá e vocês vão achar que ele disse:"amo te mãezinha". Tretas. Não há mães perfeitas, se alguém opinar sobre a forma como fazem as coisas, mandem tudo se f*der. Ninguém é melhor mãe dos nossos filhos do que nós.

Vão estar cerca de quarenta dias após o parto a seco, isto é, sem sexo e quando iniciarem a vida sexual vão ter medo...ui ui... muito medinho, afinal e se forem cozidas serão virgens outra vez! Não é fantástico?

O sexo vai piorar. Não vão ter vontade de o fazer. Vai ser um comer para não morrer de fominha. As mamas doem, as hormonas demoram pelo menos um ano a normalizar e vão ter vontade de arrancar a piça aos maridos por uns tempinhos. Cortem ás rodelas e sirvam na salada.

Não voltarão a ter a vida de antes. Agora só contam as crianças. Porém, vão valorizar uma queca como quem bebe água no deserto.

Estou a ser dura até aqui?

Não voltarão a mijar nem a cagar sózinhas, terão que levar os bebés convosco. Vão tomar banho em meio minuto e esquecerm-se de se pentear. A quem se maquilha...esqueçam lá isso .

Vão ficar com uma barriguinha tipo gelatina, aconselho cinta pós parto. Vai tudo ao sítio. Vão chorar nas vacinas, há uma vacina contra as caganeiras que depois terão que ter cuidado par não apanherem uma, por ser uma vacina viva. Uma vez apanhei uma caganeira à conta disso e andei de carrinho toda a noite. Fiquei à rasca do cú.

A casa não voltarám a ter a mesma arrumação e as visitas vão aparecer nas horas em que tudo estiver de pantanas.

Com isto me vou e desejo a toda vós uma boa maternidade. Fuck it all!

 

Ai gente

Hoje, só agora aqui cheguei! E até que estou em blog alheio: C.S ora espreitem lá 

Diz o meu marido que desde que temos filhos há horário para tudo! Para comer, beber, sair, até para cagar, imaginem!

A questão do cagar é complexa porque quase sempre o P maior quer aliviar a tripa á mesma hora do pai! Então o meu homem estava muito queixoso por não conseguir fazer as coisas enquanto o P maior pontapeia a porta da casa de banho. Gente grávida aqui da blogosfera... nada de desespero, ok? Desde que fui mãe faço número um e número dois acompanhada e com plateia, o meu homem é que é muito envergonhado e inibe-se disso. Cagar é cagar e desculpem lá a conversa de merda

 

Que música te faz ficar no carro? Responde a Maria

Olá pessoas lindas!

A minha convidada de hoje é nada mais nada menos que a Maria (badalhoca) do blog oh please ahahahahah 

Vamos a coisas sérias?

 

Minha Porcalhota, muito obrigada pelo convite para participar nesta tua rúbrica, da qual sou fã desde o inicio.

Não é nada fácil pensar numa única música que me faz ficar no carro, são milhares as que conseguem causar-me esse efeito.

Para teres uma ideia só no PC do trabalho tenho cerca de 12000.

(Uauuuuuuu) 

Imediatamente pensei na música da Ovelha Xoné, mas não só ia revelar o quão verdadeiramente parva sou, como na realidade... não costuma passar no meu carro - a não ser que esteja eu a cantar e aí não preciso de me manter na viatura.

Por isso a minha escolha vai para a última musica que me surpreendeu. Não me fez ficar no carro porque ia de transportes para o trabalho mas fiquei de tal forma espantada que fiquei parada no acesso ao metro de Sete Rios. Estava ouvir na Rádio Comercial e, se continuasse a andar, ia deixar de apanhar a emissão.

Sempre gostei de Paul Simon e Art Garfunkel, mas esta interpretação do Sound of Silence pelos Disturbed leva esta letra para outra dimensão!

 Espero que gostem!

Beijo cheio de sol para ti minha Porcalhota!Gostaram?

Como é possível?

Os netos fazem milagres? E pergunto isto porque a minha mãe ficou tão passarana desde que é avó que me faz comichões nas pernas.

Quando eu era pequena, tinha que vestir o que a minha mãe queria que eu vestisse e mais nada, tinha que ir aonde os meus pais iam e mais nada, tinha que respeitar, obedecer e saber estar. A minha mãe sempre me conta que eu em pequena me portava muito bem no restaurante.

Mas, crianças dessa espécie já não se fazem, os miúdos nascem todos com grande estaleca e ir ao restaurante pode tornar-se um autentico pesadelo.

Mas pessoas queridas da minha vida, a minha mãe hoje diz me coisas do género:" se o menino não quer vestir isto ou aquilo porque há de vestir e chatear-se?; tenta levá-los aqui ou ali a bem, sem que eles se aborreçam! "

Eu não conheci os meus avós e segundo sei, um deles até foi bom não ter conhecido, mas às vezes acho tanta mariquice  que se me dá comichões nas pernas! Mas que porra! 

 

Hoje

seria um dia bom para não moer o coerão, mas a  mãe está a aturar birras desde das nove da manhã.

O P maior está numa fase que acha que como diz assim é e o P menor á primeira contrariedade atira-se para o chão.

Posto isto, já dei um par de gritos cá em casa e á primeira pergunta do marido do tipo:" amor, onde está a camisa azul que eu..."   eu respondo prontamente: " olha veste a primeira coisa que encontrares e não me faças perguntas que eu hoje já estou atravessada"

Fez silêncio. O homem procurou e achou a camisa, porque imaginem: estava no guarda fato! Santo homem 

Mas deve ser assim que funcionam as familias normais: Olham para os filhos como as melhores quecas de suas vidas, desentende-se, entende-se, riem e saem para a rua. 

 

Ora...

A ver.

Eu tenho defeitos, bués. Sou de extremos, não compro meio termo. Ou gosto ou não. Simples.

Quando gosto dou a minha camisa, dou tudo, assim de rajada de um modo insensato, porque assim sou e ás vezes dou me mal.

Então, foda-se. Quando assim é choro, vou ao chão e levanto-me, caminho para a frente. Na vida já conheci muita gente cocó, mas a maioria são pessoas espectaculares.Que me fazem rir e esquecer algum problema que haja.

Sofro como o caraças quando algum amigo está com problemas e também estou lá nas horas festivas, também faço rir, também digo alhadas nas horas impróprias.

Povo meu, eu sou doida mesmo, de mim podem esperar as coisas mais insólitas! A sério...eu sou mesmo assim croma de caderneta 

Que fazer?