Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a mãe dos PP's

O santo do meu marido

O santo do meu marido não gosta de mudar fraldas e ás vezes o P menor não facilta. Esperneia e está mais habituado á mãe.

Sucede que ontem á noite, eu estava prestes a deitar o P maior e enquanto o santo do meu marido tentava mudar a fralda, gritou: "ai! anda cá que há cocó por todo o lado"

E de facto havia cocó até na testa do puto que por sinal tinha acabado de tomar banho... mas o santo do marido não teve a reacção de prender as perninhas do miudo ou dar-lhe um brinquedo para as mãos para que se entretesse. Abriu a fralda e deixou que o miudo esperneasse na posta mal cheirosita que havia feito.

É caso para dizer: "aprende mãe dos PP´s,aprende"

Acabei por fazer eu a muda da fralda com o puto tranquilo e sem stress. Depois fiz a muda da fralda de pano, da colcha da cama e do muda fraldas.

Ficou um cheiro a merda no quarto que não se podia. Mas não tem mal... são merdas a que estou habituada!

Meu santo e querido marido...

 

 

 

A mãe e o carnaval

A mãe dos PP´s é um ser raro com gostos e (des)gostos muito particulares.

A mãe dos PP´s nunca foi á bola com o Carnaval e confessa que o que mais aprecia dele é quando os gajos se vestem de gajas e sassaricam pelas ruas com grandes mamas e cus. 

A mãe dos PP´s não gosta do jogo dos balões de água, nem das bufas engarrafadas. A sério, alguém gosta daquele fedor? 

Até então nunca me passou pela cabeça vestir os PP´s. 

Mas o tempo passa e os rapazes crescem e quando na passada semana fui buscar o P maior e me perguntaram de que se ia o P vestir eu expliquei que não desfrutamos muito desta época e por isso não tinha intenção de o disfarçar.

No momento em que eu disse isto eu senti que as pessoas que andavam por ali me olharam como se eu tivesse acabadinha de chegar de um outro planeta, fosse verde e tivesse um mega olho na testa.

Então explicaram-me que na próxima sexta feira os garotos vão desfilar pelas ruas e eu disse ok. Agarrei nos miúdos e fui comprar um fato ao P maior que se deslumbrava com tudo aquilo que fazia referência ao Carnaval.

O seu disfarce é de duque mas ele faz questão de dizer que é de rei e que agora é ele que manda (como se fosse preciso disfarce ). 

Daqui retiro a lição que por eu não gostar não significa que os PP´s não gostem e por isso vou também comprar um fato ao P menor para que ele desfrute á sua maneira desta época.

Continuo sem gramar o Carnaval mas vou babar-me quando vir os PP´s a desfilarem pelas ruas.

Porque mãe tem que mudar,ceder e aprender!

 

E agora vamos todos lambar e dar ao nalgueiro???

 

Dormi com outro

Era madrugada.

Havia uma voz doce que soava um pouco ao longe.

Primeiro fiz-me dificíl.

Ele não desistiu. Dirigiu os seus passos para a cama onde eu dormia. Tocou-me. Mexeu no cabelo e na cara. Quase me tirou os olhos.

Senti o seu cheiro natural,agradável (note-se).

Sem medo da presença do meu marido pulou para cima da cama. Fez de mim um trampolim e por momentos senti-me zonza.

Não queria acreditar... ele estava ali. Resisti ao máximo. Ele desejava-me a seu lado. Sim na cama, a seu lado.

Para que o meu marido não notasse e não se apercebesse de tamanho acto ilícito, saí de mansinho.

Pronta a ceder ao seu pedido e a fazer-lhe a vontade, ergueu a sua voz e disse: " Mãeeeeeeeeee,quero xixi!!!!!!!"

Feita a mijoca adormecemos juntos e na cama dele.

E foi assim que dormi com outro que não ele! 

 

 

 

 

 

 

(Quantos (as) de vocês me chamaram"bitch" antes de terminarem a leitura????  )

 

Pára tudo

e demos uma salva de palmas á criatura que vendeu ao P maior a história de que os bebés são trazidos pela cegonha.

O puto não engoliu a treta e ainda tive que explicar que os bebés não nascem só na Primavera.

                                                    Pronto. Agora mexam esse cú e regressem á normalidade 

 

Cianças fofinhas

Sabem aquelas crianças que têm fama de passaranas, pão sem sal e sonsinhas

Aquelas crianças que nos fazem crer que só encontram porto seguro em casa com os pais?

Aquelas crianças que aparentemente são paus mandados?

Aquelas crianças que são levadas facilmente para brincadeiras que não querem ter?

E sabem aquelas crianças caladinhas com ar ingenuo e odor a santidade?

Sabem? Sabem?

 

Apresento-vos o P maior há cinco meses atrás!

 

Imaginam a minha cara, quando,ontem me disseram que ele andou aos tabefes e sopapos? Imaginam?

 

 

 

Vamos falar do antes e depois

Sexo: Coisa mais linda, maravilhosa e quando feito com amor, melhor ainda. É de ir a Marte, dar a volta á Lua e dizer um "olá " a Plutão.

 

Sexo (sem filhos): Excelente, magnífico,genial, com muito pormenor, muita garra, muita preocupação, reciprocidade de sentimentos. Bom, gostoso, quase tantrico. Há! E de luz acesa. Palmas????

Sim, há que fazer de luz acesa   Palminhas???

Sexo (com filhos): Interrompido, intermitente, inconstante, com dor de barriga dos miúdos pelo meio e  volta a carga, o pequeno acorda, embala, canta, beija, adormeceu, de volta á carga, o mais velho quer água, "agora vais lá tu", começar de novo, apaga a luz, fala baixo, o mais pequeno destapou-se " espera aí que vou aconchegá-lo", uma canseira!

 

Mas quando eles dormem a noite toda... Ai quando dormem a noite toda...

 

 

 

Piolhos

De inaltecer o espírito é, durante o dia, receber um mail do Jardim de infância a informar que há crianças com sintomas de escarlatina e chegar no fim do dia á escola para trazer o rapaz para casa e ler-se em letras bem grandes na entrada:

 

"Caríssimos pais, há crianças com lendias e piolhos. A prevenção é o melhor remédio, verifique a cabeça do seu filho"

 

E após chegar a casa o P dizer: Eu não tenho "michão", eu não tenho pim pim pimpolhos! 

 Não tem piolhos...pelo menos hoje.... 

Quase morri

O P maior teve uma festa de anos no Sábado. Correu,pulou, gritou. A dada altura começei a achar que estava a pular fininho, agarro nele e levo-o á casa de banho, porque a bexiga devia estar a um pedacinho de vazar. Chegámos á casa de banho e estava ocupada. Disse ao P que tinha de aguardar e não fazer nas cuecas.

Nisto, o miúdo grita bem alto: "se faz favor,quero xixi rápido!"

Oiço uma voz lá de dentro."está quase".

Diz o meu P: " Não fiques de bico" ( o mesmo é dizer para não emburricar) 

Quando a senhora saiu eu devia estar amarela... Se eu não tivesse visto e ouvido, não tinha acreditado! 

Estarei a ficar mesmo cota?!