Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a mãe dos PP's

Graça

A Graça tem olhos escuros carregados de um brilho que unicamente a ela é característico.

Os seus olhos não a deixam mentir, são maus disfarces e não a protegem. Podem ler-se, os olhos da Graça.

Todos os dias ela sorri e as rugas que já tem tornam-se mais amorosas e atraentes a cada criança que abraça. A Graça sorri por fora mas algo me diz que chora por dentro.

Carrega nas costas a responsabilidade dos filhos dos outros, a sabedoria de fazer ouvidos de mercador a quem lhe ousar falar desperdiçado. Tem bagagem, tem garra, tem conhecimento e jogo de cintura.

A Graça tem muito amor para dar mas algo me diz que dá mais que recebe e sabe Deus o quanto isso a torna grande. Misteriosamente gande!

Não se sente obrigada a agradar a ninguém, é aquilo que é e ponto final. Diz que tem mau feitio e que não pode ser contrariada... mas algo me diz que ela já o foi e muitas vezes.

A vida embruteceu a Graça por fora mas a Graça lá por dentro quebra muito rápido. A Graça tem choro fácil mas eu nunca a tinha visto chorar. Apenas acho que assim o é.

Gostei dela desde a primeira vez e passei a gostar mais ainda quando me apercebi que o meu filho deixa a minha mão e vai correr para o colo dela todas as manhãs. 

A Graça é auxiliar no Jardim de infância que o meu filho frequenta e na manhã de hoje eu perguntei -lhe se podia dar-lhe um beijo e ela disse que sim. Dei-lhe um beijo, abracei-a e disse-lhe ao ouvido: " Quem meu filho beija, minha boca adoça."

A Graça deixou fugir uma lágrima e as suas mãos tremeram... e eu vim embora de coração cheio.

Foi bom, muito bom mesmo abraçar a Graça.

( Uma pieguice que mete nojo, não é?! )

Peles

Eu pensava que só se falava em pele dos tomates  testiculos a partir dos 65 anos, em que só começam mesmo a restar peles por essas zonas. (Dizem que depois estica até ás botas )

Afinal, fui dar com o meu marido a dormir um sono no sofá, com uma almofada entre as pernas, que justificou ser para protecção dos ditos cujos, que havia entalado num brinquedo dos miúdos ao sentar-se no sofá.

Estou confusa. Ainda não percebi muito bem o que entalou, se os ditos cujos ou simplesmente as calças.

Sim,mole como é entalou as calças. Vou por aí. 

Conversa de merda

Ontem tive reunião de condomínio.

E foi triste.

Disseram-me que há quem mije num dos elevadores. Perguntei-me porque não cagar também. Deve ser maravilhoso fazê-lo enquanto se anda prédio acima e prédio abaixo.

Não aprendi nada. Foi merda cagada em três actos.

Tempo perdido, daquelas fodricas que nos são impostas.

Foda-se, uma reunião para falar de merda!? 

Há temas que me perseguem...

 

 

Flatos

Então o miúdo chega da escola, pede-me uma bolacha e diz:

"Eu flato"

Admirada, pergunto: " Tu o quê?"

"Eu flato, dou punsitos, quero cocó"

"Queres explicar-me o que é isso de flatos?"

"Mãe eu não flato á mesa, nem ao lanche, só na rua..."

 

Alguém me explica o sentido desta conversa e onde ando eu distraída com as coisas que ele aprende??

 

Bem, pelo menos flata e não dá puns. Porque dar flatos deve se mais fino que dar puns e eu tenho um filho muito educado, apesar da sua tenra idade! 

 

 

Vamos falar do antes e depois

Sexo: Coisa mais linda, maravilhosa e quando feito com amor, melhor ainda. É de ir a Marte, dar a volta á Lua e dizer um "olá " a Plutão.

 

Sexo (sem filhos): Excelente, magnífico,genial, com muito pormenor, muita garra, muita preocupação, reciprocidade de sentimentos. Bom, gostoso, quase tantrico. Há! E de luz acesa. Palmas????

Sim, há que fazer de luz acesa   Palminhas???

Sexo (com filhos): Interrompido, intermitente, inconstante, com dor de barriga dos miúdos pelo meio e  volta a carga, o pequeno acorda, embala, canta, beija, adormeceu, de volta á carga, o mais velho quer água, "agora vais lá tu", começar de novo, apaga a luz, fala baixo, o mais pequeno destapou-se " espera aí que vou aconchegá-lo", uma canseira!

 

Mas quando eles dormem a noite toda... Ai quando dormem a noite toda...

 

 

 

Pág. 3/3