Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a mãe dos PP's

Sobre as coisas da família

Fui ao Jardim de infância do P maior apresentar a árvore geneologica da família. Elaborámos uma árvore até aos bisavós dos PP´s.

Evidente que pouco sei dos meus avós, tendo em conta que só conheci uma avó, mas falei do que sabia e fui ouvindo ao longo da vida. Depois expliquei todo o ramo correspondente à família do pai dos PP´s ( nunca vi ninguém mais gordo,nem mais magro) mas falei das poucas informações que me foram facultadas.

Fiz uma conversa toda linda e maravilhosa e os putos não ligaram um cu ao que eu estava a dizer...consolou-me a atenção da educadora e da auxiliar.

Mas se eu soltasse a pessoa que há em mim eu tinha dito o seguinte:

"Crianças chatas e embirrantes ( á excepção do meu P  )que testam a paciencia a qualquer santo, eu vou falar e quero que todos calem a matraca até ordem contrária.

Vim de uma família linda e maravilhosa, santa e intocável, só conheci uma avó. Do que ouvi falar, todos eles eram boa gente, à excepção de um, e pelo que percebi dos testemunhos recolhidos não perdi muito em não ter conhecido!

Coitado, não está cá para se defender.

A família do pai dos PP´s é outra que tal. Tudo boa gente, não conheci ninguém dos mais antigos e dos mais recentes pouco...(se calhar é melhor assim), se não fossem eles eu nunca tinha percebido o significado da palavra CUNHADA e...oh meu Deus como lhes agradeço por tal ser em minha vida! Amo a senhora de paixão."

A minha mãe sempre achou frio e inapropriado que eu achasse que família se resume a pai,mãe,avó,avô e filhos. Mas eu explico sempre que sou uma pessoa prática que escolhe apenas quem lhe agrada ter no ramo familiar 

Terei mau feitio? Não acho . Toda eu sou um ser genuíno e transparente