Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a mãe dos PP's

Nem tudo começa bem

Ontem, o dia começou com o meu P mais velho a chorar quando o deixei no jardim de infância. Saí de lá com o coração apertado e senti me completamente por terra. Limpei uma lágrima que deixei cair, agarrei no meu pequeno P e fui a uma loja do cidadão para renovar o cartão. Chegada à loja tirei uma senha prioritária.

Para ser franca, nem demorei muito a ser atendida na fase "meta lá aqui os dedinhos e não tire os olhos do óculo para tirarmos a foto" A foto ficou uma miséria e disseram-me: pronto daqui está, agora tem que ir por aquele lado e aguardar que a chamem". O pequeno P anda adoentado e depressa perdeu a pachora. Aquilo estava demorado. As pessoas olhavam e diziam" deve ser fominha, dever ser dentinhos, deve estar aborrecido". Uma das senhoras que estava a fazer atendimento deve ter reparado no meu ar de menina perdida e mesmo antes de chamarem a minha senha, a senhora fez questão de me atender. Foi extremamente atenciosa e ainda me aconselhou a não ir nas segundas feiras nem nos sábados.

Pronto. 

Chegada à porta de saída uma senhora que estava a fazer peditório, chamou me e convidou me a ajudar as crianças com cancro. Não pude ficar indiferente e lá ajudei ( e o pequeno P esperneava ). Disse me ainda " é a minha primeira benfeitora, vai dar-me sorte". Sorri e fui embora.

Sentei me num banco e amamentei o pequeno P.  Mais calmo agora, fomos para casa.

Fiquei a pensar que recebi um grande favor ao ser atendida antes de ser chamada, que ao ajudar me disseram que iria dar sorte e como acredito que bem se paga com bem e que o universo coloca tudo no lugar correcto, tenho a certeza que tudo correria bem naquele dia àquelas duas senhoras que Deus pôs no meu caminho.

No fim do dia, fui buscar o grande P, que me recebeu de sorriso rasgado. E lá fomos para casa, eu e os meus  PP´s..

Que dia bom :)

 

a mãe dos PP´s