Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a mãe dos PP's

Amor inocente

Numa reunião do jardim de infância, já me tinham dito que a menina que faz par com o meu P maior é super protectora com ele e que o ajuda muito. Na altura, recebi a informação, mas não pensei mais naquilo.

Na sexta feira passada, quando fui buscar o P à escola reparei que andavam todos a brincar no páteo e deixei me ficar a observar. Vi, o meu P de mão dada, aos pulinhos e a andar à roda com a princesa que faz par com ele. Estavam só os dois. Durante as suas brincadeiras, o P caiu ao chão e logo a menina foi puxá-lo e ver se ele estava bem. Juro, que vi tanta inocencia e verdade naqueles gestos, que me apeteceu chorar. 

Depois de algum tempo, o P reparou que eu estava lá e veio ter comigo... e a amiguinha também. Quando fui ter com a auxiliar para mostrar o meu cartão e levar o P, a menina veio com ele e disse-lhe " fica bem P" e deu-lhe um beijo. 

Perguntei à auxiliar se era a menina B de que me tinham falado e repondeu-me: " Ela mesma. Mãe ela é tão protectora e cuidadosa com ele que nós, por vezes, temos de lhe dizer que o P sabe fazer sózinho. Não imagina, eles não se largam!"

Nada disto me teria impressionado tanto, se não fosse o meu P ter três anos e a B ter 4 anos.

Gostei tanto de ver a riqueza daqueles gestos, a inocencia de duas crianças que se cuidam, sem interesses, sem maldades, sem problemas.

Como seria bom se nos amassemos assim, à medida que fossemos crescendo. 

bp.jpg

 

9 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D